Sindiscose e OAB/SE assinam acordo coletivo e garantem direitos dos servidores


Foto: Sara Costa

Rafael Almeida, Assessor de Comunicação.

Na tarde desta sexta-feira, 15, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Sergipe, colaborando com a valorização trabalhista, aceitou as reivindicações do Sindicato dos Servidores de Conselhos e Ordens de Fiscalização Profissional de Sergipe (Sindiscose) e assinou o acordo coletivo para os próximos dois anos.

O acordo firmado tem o objetivo de amparar legalmente os servidores da OAB/SE e permitir a valorização dos profissionais. Entre as reivindicações feitas pelo Sindicato o pagamento de adicional de insalubridade, gratificação para gerentes e chefes, reajuste salarial de 5% sobre o salário-base de 2018 e mais 5% sobre o salário-base de 2019, além de plano de cargos e salários com progressão e reenquadramento.

Para o diretor-presidente do Sindiscose, Igor Baima, a assinatura do acordo coletivo, atendendo às necessidades dos servidores, é um avanço. Além disso, a atuação do sindicato fortaleceu ainda mais a luta pelos direitos do trabalhador. “Só tem vitórias quem se organiza, quem luta. O sindicato tem se mobilizado, se organizado no sentido de obter vitórias e conquistas para os funcionários da OAB/SE e da categoria em geral. A gente vinha de um período de estagnação no sindicato e a atual gestão têm mudado esse quadro”, defendeu. Igor registrou ainda que a OAB/SE cederá um funcionário em tempo integral para fortalecimento da atuação do sindicato.

Rejane Araújo, funcionária da OAB/SE. Foto: Sara Costa

Apoiando a valorização profissional dos servidores, Inácio Krauss, presidente da OAB/SE, destacou que é obrigação de qualquer empresa incentivar os funcionários. “Colaboradores que não são valorizados confirmam a decadência da empresa. Sendo assim, quando assumimos a seccional Sergipe com dificuldades, sempre fizemos o esforço de melhorar a situação dos colaboradores e conseguimos. Conversamos com o sindicato e com os setores da OAB/SE para ver o que poderia melhorar”, explicou o presidente. Inácio destacou ainda que o diálogo é fundamental para que os lados entrem em um acordo que beneficie tanto os servidores quanto o atendimento aos advogados.

Com mais de 25 anos de atuação, a técnica de processos da OAB/SE, Rejane Araújo, fez um comparativo entre os últimos acordos firmados, destacando a atuação do sindicato para garantir reajustes acima da inflação e o reenquadramento de servidores. “A valorização ao funcionário foi o principal aspecto de mudança nesse novo acordo coletivo. Nosso serviço é qualificado, nós passamos por diversos treinamentos para desempenhar nossas funções. Seremos devidamente enquadrados e teremos nossos salários reajustados da forma correta”, declarou.
O acordo coletivo entre o Sindiscose e a OAB/SE foi protocalado ainda nesta sexta-feira, no Ministério do Trabalho e Emprego, e já está em vigor.

Comentários